Est. June 12th 2009 / Desde 12 de Junho de 2009

A daily stopover, where Time is written. A blog of Todo o Tempo do Mundo © / All a World on Time © universe. Apeadeiro onde o Tempo se escreve, diariamente. Um blog do universo Todo o Tempo do Mundo © All a World on Time ©)

domingo, 18 de novembro de 2018

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Grande Prémio de Relojoaria - um almoço memorável, em Seteais


A Sala de Banquetes do Hotel Tivoli Palácio de Seteais, sobranceira a uma soalheira Várzea de Sintra, foi o palco magnífico para um almoço, esta quinta-feira, onde se ficaram a conhecer os galardoados do Grande Prémio de Relojoaria, iniciativa do Anuário Relógios & Canetas que vai na sua segunda edição. (Fotos Ramon de Melo)

Foram 40 os convidados do evento, onde pontuaram os principais players do mercado nacional de Alta Relojoaria.

A Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal (AORP) foi parceiro institucional do Anuário, tendo patrocinado os galardões - peças de ourivesaria portuguesa, representando ampulhetas.

A Casa Museu Fundação Medeiros e Almeida também colaborou na logística da iniciativa - pelo segundo ano, albergou o júri do Grande Prémio (Fernando Correia de Oliveira, Teresa Vilaça, António Ponçes de Carvalho, Paulo Anastácio, Carlos Torres, António Eduardo Marques) para a reunião decisiva - de um total de 40 marcas e cerca de 200 modelos apresentados, elegeram de uma short list os vencedores em cada uma das categorias.

Depois de, na edição 2017, a cadeia de hoteis Tivoli ter albergado um jantar de gala na sua unidade da Avenida da Liberdade, em Lisboa, desta vez foi um almoço de honra, na sua unidade de Seteais, precedido de um cocktail de boas-vindas.

Outros parceiros do evento foram Aveleda, Adega Velha, Quinta Vale D. Maria, Imperial Gold, Imperial Collection e Elisabete Hair Design.

Editorialmente independente, o Anuário Relógios & Canetas está a entrar no 22º ano de existência na edição em papel, sendo o mais antigo título do seu género no país e mantendo mensalmente uma edição online dedicada à Relojoaria, Instrumentos de Escrita, Jóias e outros objectos de luxo.

"Em tempos de globalização, desmaterialização e mudanças aceleradas, prometemos apenas esperar por nada, preparados para tudo", dissemos no arranque do evento, na qualidade de responsáveis editoriais pelo título.





Os troféus, ampulhetas oferecidas pela AORP



O balcão da Aveleda, na varanda do palácio, antes do almoço


Paulo Anastácio (responsável do curso de Relojoaria da Casa Pia), Teresa Vilaça (Directora da Casa-Museu Fundação Medeiros e Almeida) e Leopoldina Almeida (Certora)


Alexandre Machado (Machado Joalheiro) e Ana Freitas (Presidente da AORP e CEO da J. Borges Freitas)


Catarina Reis, (Junghans, Torres Distribuição), Gonçalo Teixeira (Ourivesaria Camanga), Gonçalo S. Lopes (Meia Lua) e André Moreira (Aveleda)


Joana Vasconcelos (J. Borges Freitas), Filipa e Fernando Correia de Oliveira e António Ponces de Carvalho


Jorge e Cristina Pinheiro (Sociedade de Relojoaria Independente)


David Geraldes (Diarsa), José Faria (Ourivesaria Faria), José Teixeira (Ourivesaria Camanga), Carlos Torres e José Teixeira Jr. (Ourivesaria Camanga)


Nuno Laginha e Paulo Pinto, (Torres Distribuição, Franck Muller e Jaeger-LeCoultre, respectivamente)


Pedro Morgado (Montblanc Portugal), Mafalda Sanches de Baêna (Directora de Marketing e Publicidade do Anuário Relógios & Canetas), Fernando Correia de Oliveira (Editor-Chefe do Anuário)



Alexandre Machado e Miguel Pessoa de Amorim (Liketime)


Joana Vasconcelos, Ana Freitas e João Saraiva (Importempo)




Fernando Correia de Oliveira e Mafalda Sanches de Baêna


Vouchers da Elisabete Hair Design para as senhoras presentes


Os envelopes e os diplomas foram escritos à mão pelo calígrafo Telmo Nunes


Miniaturas de vodka Imperial Gold e Imperial Collection e chocolates com Adega Velha foram distribuídos aos convidados...


... que receberam ainda cadernos de apontamentos da AORP


John van Steen (Director Internacional MeisterSinger) e Charles Gastine (Ibelujo)


 André Moreira e Miguel Pessoa de Amorim



José Teixeira, que seria homenageado com o Prémio Especial do Júri, perante a ovação dos convidados




A equipa Torres Distribuição - Nuno Laginha, Catarina Reis, Paulo Pinto



Maria Alves (Pequenos Luxos) e Mafalda Sanches de Baêna


.A categoria Relógio do Quotidiano (mecânico, com PVP inferior a mil euros) foi ganha pelo Seiko Prospex Save the Ocean. Na imagem, Leopoldina Almeida, da Certora, que representa a marca em Portugal, recebe o prémio das mãos de António Eduardo Marques.


Na categoria Masculino venceu o Porsche Design 1919 Chronotimer Flyback. David Geraldes, da Diarsa, que representa a marca em Portugal e Espanha, recebeu o galardão das mãos de Carlos Torres.


Na categoria Feminino, venceu o Jaeger-leCoultre Rendez-Vous Night&Day. Paulo Pinto, da Torres Distribução, representante da marca em Portugal, recebe o galardão das mãos de Mafalda Sanches de Baêna.


Na categoria Desportivo, o Blancpain Fifty Fathoms Ocean Commitment foi o vencedor. Nuno Santos, da Tempus Internacional, representante da marca em Portugal, recebe o galardão das mãos de Paulo Anastácio.


Na categoria Design o vencedor foi o Hermès Carré H. Joana Vasconcelos, da J. Borges Freitas, representante da marca em Portugal, recebe o galardão das mãos de Teresa Vilaça.


Na categoria Preferência do Público (votação online da short-list), venceu o Meia Lua Inception. Gonçalo S. Lopes, criador da marca, recebe o galardão das mãos de André Moreira.


Joana Vasconcelos e Ana Freitas (J. Borges Freitas)


Na categoria Complicações, o vencedor foi o Montblanc 1858 Geosphere. Nuno Miguel Teixeira (Montblanc Portugal e Angola) recebe o galardão das mãos de António Ponces de Carvalho


O Prémio Especial do Júri, que todos os anos distingue uma instituição ou uma personalidade que se tenha destacado no sector, foi atribuído desta vez a José Teixeira, da Ourivesaria Camanga, com mais de meio século dedicado à Relojoaria. Foi um dos momentos altos do evento, com os convidados a aplaudirem de pé. O galardão foi entregue por Fernando Correia de Oliveira. Sobre José Teixeira, veja mais aqui.


Finalmente, o momento de maior suspense. Na categoria Relógio do Ano o vencedor foi o Franck Muller Gravity Esqueleto. Nuno Laginha, da Torres Distribuição, representante da marca em Poetugal, recebeu o galardão das mãos de Ana Freitas