Est. June 12th 2009 / Desde 12 de Junho de 2009

A daily stopover, where Time is written. A blog of Todo o Tempo do Mundo © / All a World on Time © universe. Apeadeiro onde o Tempo se escreve, diariamente. Um blog do universo Todo o Tempo do Mundo © All a World on Time ©)

sábado, 18 de abril de 2015

Janela para o passado - Aqui Berlim! Aqui Londres! Aqui Roma! Aqui Washington!


Anúncios de 1941, 1942 e 1943. A propaganda de italianos, britânicos, alemães e americanos lutava pelas simpatias no neutro Portugal.




Meditações - tempo perdido?

Time you enjoy wasting is not wasted time.

Marthe Troly-Curtin

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Relógios Vulcain, anúncio de 1941


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Janela para o passado... há 55 anos, a BP e as férias dos portugueses


Desdobrável BP, de 1960, dando conta da sua iniciativa Saco de Férias

Tempo: do Cosmos ao Homem - Fernando Correia de Oliveira, Carlos Fiolhais e Paulo Crawford debatem em Serpa


No âmbito das comemorações do 20º aniversário do Museu do Relógio, intervimos amanhã pelas 16h30 numa tertúlia, na Casa do Cante, em Serpa, num painel onde estão também os Professores Carlos Fiolhais e Paulo Crawford.

Meditações - "apanhadores" de pulso

I don’t call watches watches, I call them grasps, because one, they grasp onto your wrist, and two, time isn’t something you can watch; it’s a concept you have to grasp.

Jarod Kintz

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Janela para o passado - lotarias Casa Travassos, Lisboa

M. T. da Rocha, Porto, "tudo para relojoeiros", anúncio de 1941


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Meditações - amar-te sempre, amar...

I will love you as a thief loves a gallery and as a crow loves a murder, as a cloud loves bats and as a range loves braes. I will love you as misfortune loves orphans, as fire loves innocence and as justice loves to sit and watch while everything goes wrong. I will love you as a battlefield loves young men and as peppermints love your allergies, and I will love you as the banana peel loves the shoe of a man who was just struck by a shingle falling off a house. I will love you as a volunteer fire department loves rushing into burning buildings and as burning buildings love to chase them back out, and as a parachute loves to leave a blimp and as a blimp operator loves to chase after it. I will love you as a dagger loves a certain person’s back, and as a certain person loves to wear dagger proof tunics, and as a dagger proof tunic loves to go to a certain dry cleaning facility, and how a certain employee of a dry cleaning facility loves to stay up late with a pair of binoculars, watching a dagger factory for hours in the hopes of catching a burglar, and as a burglar loves sneaking up behind people with binoculars, suddenly realizing that she has left her dagger at home. I will love you as a drawer loves a secret compartment, and as a secret compartment loves a secret, and as a secret loves to make a person gasp, and as a gasping person loves a glass of brandy to calm their nerves, and as a glass of brandy loves to shatter on the floor, and as the noise of glass shattering loves to make someone else gasp, and as someone else gasping loves a nearby desk to lean against, even if leaning against it presses a lever that loves to open a drawer and reveal a secret compartment. I will love you until all such compartments are discovered and opened, and until all the secrets have gone gasping into the world. I will love you until all the codes and hearts have been broken and until every anagram and egg has been unscrambled. I will love you until every fire is extinguised and until every home is rebuilt from the handsomest and most susceptible of woods, and until every criminal is handcuffed by the laziest of policemen.

I will love until M. hates snakes and J. hates grammar, and I will love you until C. realizes S. is not worthy of his love and N. realizes he is not worthy of the V. I will love you until the bird hates a nest and the worm hates an apple, and until the apple hates a tree and the tree hates a nest, and until a bird hates a tree and an apple hates a nest, although honestly I cannot imagine that last occurrence no matter how hard I try. I will love you as we grow older, which has just happened, and has happened again, and happened several days ago, continuously, and then several years before that, and will continue to happen as the spinning hands of every clock and the flipping pages of every calendar mark the passage of time, except for the clocks that people have forgotten to wind and the calendars that people have forgotten to place in a highly visible area. I will love you as we find ourselves farther and farther from one another, where we once we were so close that we could slip the curved straw, and the long, slender spoon, between our lips and fingers respectively.

I will love you until the chances of us running into one another slip from slim to zero, and until your face is fogged by distant memory, and your memory faced by distant fog, and your fog memorized by a distant face, and your distance distanced by the memorized memory of a foggy fog. I will love you no matter where you go and who you see, no matter where you avoid and who you don’t see, and no matter who sees you avoiding where you go. I will love you no matter what happens to you, and no matter how I discover what happens to you, and no matter what happens to me as I discover this, and now matter how I am discovered after what happens to me as I am discovering this.

Lemony Snicket

terça-feira, 14 de abril de 2015

Galo Gordo - terceiro livro / CD lançado no sábado


(ilustrações de Cristina Sampaio)

Sobre a "saga" do Galo Gordo, já falámos aqui. Surge agora o terceiro livro | CD desta obra para crianças.

Inês Pupo e Gonçalo Pratas lançam-no num concerto a realizar no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa, no sábado, 18 de Abril.

O Galo Gordo é considerado um dos “mais marcantes projectos artísticos para a infância” em Portugal. Devido aos dois livros e CD publicados e aos diversos concertos realizados pelo País em escolas e auditórios, é referenciado pelo Plano Nacional de Leitura e pela Casa da Leitura da Gulbenkian, e aclamado pela comunidade educativa.

Depois de "Poemas e Canções para Todo o Ano" (2009) e "Este Dia Vale a Pena" (2012), Inês Pupo e Gonçalo Pratas (distinguidos em 2012 com o prémio SPA/RTP de Melhor Livro Infanto-Juvenil) apresentam “O mundo é redondo”(2015), neste novo trabalho são apresentadas 10 canções que abordam temas relacionados com o quotidiano das crianças e dos pais.

O novo livro e CD conta com as ilustrações de Cristina Sampaio, tal como os anteriores, e terá a participação dos músicos que habitualmente colaboram com os autores, como Filipe Raposo, António Quintino, Carlos Garcia,Celina da Piedade, Luís Peixoto, Jon Luz, entre outros.

Inês Pupo e Gonçalo Pratas foram distinguidos em 2012 com o prémio SPA/RTP de Melhor Livro Infanto-Juvenil.

Este concerto assinala também a reedição do 1º livro. O 1º e o 3º livro serão editados pela Porto Editora numa parceria com a Constroisons.


Ficha Técnica
Poemas – Inês Pupo
Musica – Gonçalo Pratas
Direcção musical, piano e teclados - Carlos Garcia
Guitarra e voz – Gonçalo Pratas
Voz – Inês Pupo
Bateria – Marcos Alves
Produção – Constroisons
≥ de 3 anos

Janela para o passado - lotarias Pão Quente, Lisboa

Relojoaria e Ourivesaria João Lopes, Lda, Lisboa, anúncio de 1941


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Passatempo Relógios & Canetas online dá conjunto XEN de aço e diamantes


Mande fotografias sobre elegância e glamour para o mail anuariorelogioscanetas@gmail.com e habilite-se a ganhar estas peças de aço e diamantes XEN. Não há limite de fotos e pode participar até 30 de Abril.

Apple Watch assegurou já um milhão de vendas em encomendas online


A Apple vendeu, no primeiro dia de aceitação de encomendas online, e só nos Estados Unidos, cerca de um milhão de relógios. O Apple Watch chega a alguns mercados a partir de 24 de Abril e pode mudar radicalmente a paisagem relojoeira mundial. Ou não... Leia o que diz a Forbes, aqui.

Meditações - tempo vivido

Our life is made up of time; our days are measured in hours, our pay measured by those hours, our knowledge is measured by years. We grab a few quick minutes in our busy day to have a coffee break. We rush back to our desks, we watch the clock, we live by appointments. And yet your time eventually runs out and you wonder in your heart of hearts if those seconds, minutes, hours, days, weeks, months, years and decades were being spent the best way they possibly could. In other words, if you could change anything, would you?

Cecelia Ahern

segunda-feira, 13 de abril de 2015

domingo, 12 de abril de 2015

Janela para o passado - máquinas Kodak, anúncio de 1947

Relógios Zenith, anúncio de 1942


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Cante alentejano pelo Grupo Coral da Casa do Povo de Serpa nos 20 anos do Museu do Relógio


O Grupo Coral da Casa do Povo de Serpa vai actuar sábado, 18 de Abril, no evento Edição Limitada, que assinala os 20 anos do Museu do Relógio. Este é um dos aliciantes de um programa de dois dias que inclui tertúlias sobre a Relojoaria e o Tempo e o lançamento de um relógio de bolso comemorativo da data. Confirme pelo mail museudorelogio@gmail.com ou pelo telefone 284 543 194 se ainda há vagas.



Meditações - o mundo sem relógios

Try to imagine a life without timekeeping. You probably can’t. You know the month, the year, the day of the week. There is a clock on your wall or the dashboard of your car. You have a schedule, a calendar, a time for dinner or a movie. Yet all around you, timekeeping is ignored. Birds are not late. A dog does not check its watch. Deer do not fret over passing birthdays. Man alone measures time. Man alone chimes the hour. And, because of this, man alone suffers a paralyzing fear that no other creature endures. A fear of time running out.

Mitch Albom

sábado, 11 de abril de 2015

Janela para o passado - restaurador Juvénia, anúncio de 1947

Relógios Marvin, anúncio de 1941


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Relógios Ego, linha Peace - sugestão para o Dia da Mãe


Ego, novos modelos da linha Peace. Sugestão para o Dia da Mãe. calibres de quartzo, caixas de aço, pulseiras de malha milanesa, mostradores rosa, azul, verde ou branco. PVP: 90 euros




Meditações - o tempo, tão velho como o amor...

Love is as old as time, though it is considerably more difficult to stuff inside a watch.

Jarod Kintz

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Janela para o passado - máquinas de costura Husqvarna, anúncio de 1947

Dinheiro sobre ouro, pratas, jóias... anúncio de 1941


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Relógio Hermès Heure-H - sugestão para o Dia da Mãe.


Versão do modelo criado por Philippe Mouquet em 1996, o Heure-H da Hermès com pulseira cor de framboesa em pele de crocodilo. Os 72 diamantes que decoram a caixa de aço acentuam a forma original do relógio, o icónico H da Hermès. Calibre de quartzo. Sugestão para o Dia da Mãe. PVP. 10 900€ Pontos de venda em www.jborgesfreitas.pt

Relógios Jaeger-LeCoultre promovem exposição "on set" - “The Art of Behind The Scenes”


Elizabeth Taylor em "Suddenly last summer" (Burt Glinn, Magnum)

A Jaeger-LeCoultre e a Finch & Partners são parceiros na produção de uma exposição fotográfica original, “The Art of Behind The Scenes”.

A exposição irá apresentar fotografias de alguns dos fotógrafos "on set" mais reconhecidos a nível mundial. Dá-se assim a oportunidade de viajar no tempo e redescobrir alguns filmes lendários, assim como realizadores e actores icónicos.

Muitas destas imagens são extremamente raras e nunca antes expostas. A exposição tem como curador John Ingledew, especialista em fotografia. Será inaugurada a 15 de Maio, no Hotel du Cap (Antibes), coincidindo com o Festival de Cinema de Cannes.


Anne Bancroft e Dustin Hoffman, em "The Graduate" (Bob Willoughby)


Anne Bancroft, Peter Finch e Jack Clayton em "The Pumpkin Eater", de 1963 (Eve Arnold, Magnum)


Audrey Hepburn e George Cukor, em "My Fair Lady" (Bob Willoughby)


Clint Eastwood em "Joe Kidd", de 1972 (Terry Oneill)

Há 50 anos... relógio no Mosteiro de Marvila


Mosteiro de Marvila, revista Olisipo, Abril de 1965 (arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Chegado ao mercado - relógio Hermès Faubourg


“Flâneur forever” é o tema da campanha Primavera/Verão da Hermès. No universo feminino, o Faubourg é o relógio em destaque desta campanha. Calibre de quartzo, caixa de 15.5 mm, disponível em ouro rosa, branco ou amarelo, com ou sem diamantes. A pulseira pode ser em cetim, pele ou ouro.

Meditações - às 4 da madrugada...

But even so, every now and then I would feel a violent stab of loneliness. The very water I drink, the very air I breathe, would feel like long, sharp needles. The pages of a book in my hands would take on the threatening metallic gleam of razor blades. I could hear the roots of loneliness creeping through me when the world was hushed at four o'clock in the morning.

Haruki Murakami

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Harrison Decoded: Towards a Perfect Pendulum Clock


Se estiver por Londres ou arredores... "Harrison Decoded: Towards a Perfect Pendulum Clock", palestra a 18 de Abril, no National Maritime Museum. Saiba mais aqui.

Almoço com Garrett McNamara, Baby Barrell e os relógios TAG Heuer


O surfista profissional norte-americano Garrett McNamara almoçou hoje num hotel de Lisboa com um grupo de jornalistas, e na qualidade de embaixador dos Relógios TAG Heuer em Portugal. "Gosto muito de estar aqui com vocês, mas não imaginam a pena que tenho de não estar neste momento na Nazaré! As ondas estão perfeitas...", desabafou o especialista em super-ondas. "Mas, as ondas estão assim tão grandes?", indagámos. "Muito grandes, não, mas perfeitas, com belos tubos...", explicou McNamara enquanto dava de comer ao filho de meses, ao seu colo, e que é tratado na família como Baby Barrel, numa tradução surfista, algo como Bebé Tubos.


Um antigo campeão nacional de remo (yolle de 8, pelo Clube Naval de Lisboa) com o mestre das ondas gigantes


O almoço de McNamara com os jornalistas foi organizado pela Torres Distribuição, representante em Portugal dos relógios TAG Heuer. Foram apresentadas algumas das novidades que vão marcar o ano da marca. Como esta edição especial Cristiano Ronaldo - um TAG Heuer Formula 1 CR7, cronógrafo de quartzo a que já aqui tínhamos feito referencia. Em baixo, Cristiano com Jean-Claude Bíver, responsável pela Relojoaria no grupo de luxo LVMH, e de que a TAG Heuer faz parte.


 Em cima, outra das novidades, mais uma edição especial - o TAG Heuer Formula 1 McLaren. Em baixo, o cronógrafo automático TAG Heuer Carrera Calibre 18.




Da esquerda para a direita - Carlos Torres (Doze), Bruno Lobo (Fora de Série), Cesarina Sousa (Espiral do Tempo), Garrett McNamara, Fernando Correia de Oliveira, Fernando Sobral (Jornal de Negócios) e Hubert de Haro (Company One)