Est. June 12th 2009 / Desde 12 de Junho de 2009

A daily stopover, where Time is written. A blog of Todo o Tempo do Mundo © / All a World on Time © universe. Apeadeiro onde o Tempo se escreve, diariamente. Um blog do universo Todo o Tempo do Mundo © All a World on Time ©)

terça-feira, 19 de março de 2019

Janela para o passado - Braniff International Airways, 1953

Memorabilia - Ementa e marcador de mesa, Miami, Montblanc 4810 Club


Ementa e marcador de mesa, Miami, Montblanc 4810 Club

Os relógios Bell & Ross no Relógios & Canetas online


Estes e outros milhares de relógios mostrados e explicados aqui, aqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Siga aqui a Baselworld


Mais uma vez, este ano, a equipa do Estação Cronográfica estará presente na Baselworld. E o Anuário Relógios & Canetas também, com espaço reservado no stand de Imprensa do evento. Siga-nos nas redes sociais e fique a saber em tempo real o que andamos a ver por aqui.

Meditações - hoje, hoje

Baselworld - relógios U-BOAT convidam...

segunda-feira, 18 de março de 2019

Janela para o passado - Air France, 1948

Memorabilia - Ementa e marcador de mesa, Miami, Montblanc 4810 Club


Ementa e marcador de mesa, Miami, Montblanc 4810 Club

Sabrine Six responsável ibérica dos relógios Ulysse Nardin


Como avançámos em Outubro de 2018 em primeira mão, Sabrine Six é a nova Brand Manager da Ulysse Nardin para Espanha, Andorra e Portugal. Durante 6 anos Sabrine esteve ligada ao sector dos artigos de grande consumo em multinacionais como Nestlé e Mondelēz Internacional, e posteriormente ao sector do luxo como Sales & Marketing Manager na S.T. Dupont.

Sabrine Six está encarregada de criar a filial ibérica da Ulysse Nardin y será la encargada de continuar con el crecimiento de la firma e implantar la filial en Españ, numa nova etapa da marca suíça, que assim entra directamente nos três mercados , cessando o contrato com o anterior distribuidor a Diarsa.

Diz Sabrine Six: “Estoy muy contenta de unirme a esta maravillosa firma suiza. Esta nueva etapa de Ulysse Nardin en la Península Ibérica supone un paso importante para la manufactura. Entre nuestros objetivos está consolidarnos en el mercado español y portugués como un referente, y alcanzar a un público más amplio y más joven, aprovechando las considerables oportunidades del sector de la relojería y alta relojería. Contamos con modelos técnicamente excepcionales que se unen al savoir-faire de Ulysse Nardin, y que se ven materializados en nuestros nuevos modelos Freak X y Skeleton X, y otros relojes más asequibles como los Diver, lanzamientos recientes muy exitosos hasta la fecha”.

Os relógios Aviator no Relógios & Canetas online


Estes e outros milhares de relógios mostrados e explicados aqui, aqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Meditações - tick tock

Clocks were invented to warn us. Tick (time is passing). Tock (time has passed).

Kamand Kojouri

domingo, 17 de março de 2019

Relógios TAG Heuer comemoram meio século do seu cronógrafo automático


O Monaco original de 1969

Produto nada convencional, o relógio Monaco foi, em 1969, a tradução do espírito pioneiro da Heuer (hoje TAG Heuer).

A manufactura suíça está a comemorar o meio século do primeiro cronógrafo automático do mundo, realizando eventos na Europa, nos Estados Unidos e na Ásia, lançando em cada um deles, ao longo de 2019, versões de edição limitada de um novo Monaco.

Entretanto, um novo livro, intitulado Paradoxical Superstar, documenta os pontos altos históricos e técnicos do Monaco desde 1969 até aos dias de hoje, estando a obra disponível nas boutiques TAG Heuer e no site da marca.

Com o seu formato peculiar de caixa, quadrada, o Monaco dividiu opiniões quando surgiu, numa altura em que os relógios de forma (os que não têm caixa redonda) eram relativamente raros.

O Monaco foi publicamente conhecido a 3 de Março de 1969, em conferências de imprensa simultâneas em Genebra e Nova Iorque. Além da forma da caixa, sobressaia no design o mostrador azul metálico e os ponteiros azul claro e Vermelho.

“Queríamos criar um produto completamente inovador, de avant-garde”, recorda o hoje Presidente Honorário da TAG Heuer. Jack Heuer acrescenta: “Quando vi a caixa quadrada, percebi logo que estava ali algo de muito especial. Esse tipo de caixa era até então usado apenas em relógios de cerimónia, pois não se podia garantir a estanquecidade. Ainda por cima estávamos a trabalhar um cronógrafo”.

O Monaco reuniu assim duas novidades técnicas – cronógrafo automático e a primeira caixa quadrada resistente à água.

O cronógrafo automático era o célebre Calibre 11, resultado de três anos de colaboração estreita entre as marcas Heuer, Breitling e Hamilton.

Em 1969. Jack Heuer era o CEO da então empresa familiar e foi pioneiro no patrocínio a figuras ligadas ao desporto motorizado.

Não foi, pois, por acaso, que o novo cronógrafo automático se chamou Monaco – já então se realizava no principado um dos mais populares prémios de Formula 1.

O Monaco tem um dos seus momentos de maior glória quando Steve McQueen usa um no pulso no filme Le Mans, de 1971. Em meados dessa época, o Monaco veste-se de pretp – surge The Dark Lord, um modelo raro, muito cobiçado pelos coleccionadores.

Em 1985, a Heuer transforma-se em TAG Heuer (sendo TAG Tecnologias) de Avant-Gard. Em 1968, o Monaco é relançado, com um calibre novo. E, em 2011, surge o revolucionário Monaco V4, com micro-correias a substituírem o tradicional trem de rodagem.


O jornalista britânico Nicholas Foulkes escreveu um capítulo de Paradoxical Superstar , contando a história do Monaco desde 1969 até à actualidade. O escritor e perito relojoeiro alemão Gisbert Brunner escreveu outro sobre as inovações técnicas do modelo. Finalmente, o escritor, editor e aficionado de relojaoria norte-americano Michael Clerizo debruça-se sobre a relação do Monaco com Steve McQueen. O prefácio é do Príncipe Alberto II do Mónaco.


Anúncio ao Monaco, de 1969


O estojo do Monaco original de 1969


O Monaco usado em 1971 por Steve McQueen no filme Le Mans


Steve McQueen no filme Le Mans


Steve McQueen e Jo Siffert


O Monaco Dark Lord de 1979


O relançamento do modelo Monaco em 1998


O revolucionário Monaco V4 de 2011


Monaco Calibre 11, de 2015


Monaco Calibre 11, de 2015


O Calibre 11


O Calibre 11


Monaco Calibre 11


Monaco Calibre 11

Janela para o passado - chapéus Haddon Hall, 1948

Memorabilia - almoço na marisqueira Damon Runyon, Miami, relógios Montblanc


Os relógios Alpina no Relógios & Canetas online

Estes e outros milhares de relógios mostrados e explicados aqui, aqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Meditações - já foge o Inverno, ríspido, agreste


José Ramos Coelho in Enciclopédia Popular Leituras Amenas, de 1867 (arquivo Fernando Correia de Oliveira)

sábado, 16 de março de 2019

On the road, again...

Janela para o passado - óculos Ray-Ban, 1948

Chegado ao mercado - relógio Casio Edifice ECB-900DB


Casio Edifice. Um novo cronógrafo, em duas variantes. O ECB-900DB oferece funcionalidades avançadas para auxiliar a logística de corridas da Equipa Scuderia Toro Rosso F1, de que a marca japonesa é parceiro. Com precisão de até 1/1000 de segundo e com capacidade de registar até 200 voltas, ao mesmo tempo que exibe a velocidade média. Com o aplicativo Edifice Connected instalado no smartphone, o utilizador pode conectar o relógio e a aplicação para monitorizar os tempos de cada volta no visor do telemóvel. A aplicação também facilita o acesso do utilizador aos diversos recursos do relógio, por exemplo, ao selecionar a hora mundial de 300 cidades.


Baselworld - relógios Zannetti convidam...

Memorabilia - Carta de boas-vindas a Miami, Montblanc 4810 Club


Carta de boas-vindas a Miami, Montblanc 4810 Club

Os relógios Zenith no Relógios & Canetas online


Estes e outros milhares de relógios mostrados e explicados aqui, aqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Meditações - tempo de xadrez

The clock is just as much a part of the game as the board and pieces, and losing because of time-trouble is no different to losing because of weak play - it's still a zero on the score-sheet.

John Nunn

sexta-feira, 15 de março de 2019

Almoço do 6º aniversário da edição mensal online do Anuário Relógios & Canetas no Restaurante Faz Figura


O Restaurante Faz Figura Portugal Wine & Food foi o palco privilegiado, em dia solarengo e com varanda sobranceira ao Tejo, para os 35 convidados que celebraram os 6 anos da edição mensal online do Anuário Relógios & Canetas.

Em contínuo crescimento, a marca Anuário é lider no seu segmento em todas as plataformas digitais. Os últimos números, divulgados no almoço:

Aumento percentual Facebook: 8%
Aumento percentual Instagram: 17%
Aumento percentual downloads na TAP: 58%
Aumento percentual ISSUU
Impressões: 25%
Leituras: 47%
Aumento percentual Website
Pageviews: 10%
Visita únicas: 6%

Com mais de 20 mil aderentes na sua página no Facebook, e apoiado pelas sinergias criadas com o blogue Estação Cronográfica (ultrapassados os 4 milhões de visualizações, cerca de 50 mil mensais), a versão mensal digital do Anuário é de descarregamento gratuito. São cerca de 200 páginas, todos os meses, dedicados à Alta Relojoaria, Instrumentos de Escrita, Jóias e outros objectos de luxo.

Além do restaurante Faz Figura, o evento do Anuário contou com parcerias com os vinhos Rovisco Garcia, artigos Fernanda Lamelas Arts e Cinemundo. Um portefólio do almoço, da autoria de Ramon de Melo.


Desenho da ementa, da autoria da Arquitecta Fernanda Lamelas










Sofia Almeida Garret, dos vinhos Rovisco Garcia



Pedro Dias, à frente do Faz Figura, depois de uma carreira no jornalismo


Mafalda Gomes, Paulo Pinto e Catarin Reis, da Torres Distribuição


Fernando Correia de Oliveira, Editor-Chefe do Anuário e Hugo Silva, da Casio




O Relações Públicas do Faz Figura e Mafalda Sanches de Baêna, Directora de Marketing e Publicidade do Anuário


Jorge Dias, Pedro Morgado (Montblanc) e o Relações Públicas do Faz Figura


João Baguinho e Marina Coelho


Pedro Quintella, Nicholas Calves (Garmin) e Rafael Mora


Fernanda Lamelas, António Luís Moura e Gonçalo Teixeira (Camanga)


António Eduardo Marques e Mafalda Sanches de Baêna


Rafael Mora, Mafalda Sanches de Baêna, Nicholas Calves e Pedro Quintella




Jorge e Cristina Pinheiro (Sociedade de Relojoaria Independente)


Christiana (Boutique Bvlgari, Lisboa) e Fernando Correia de Oliveira


Laurent Mignon (Iberlujo) e Paulo Pinto


David Geraldes (Diarsa) e Carlos Góis (Carlton Jewels)





Hugo Silva e João Aleixo (Tempus Distribuição)



João Saraiva (Importempo)









Em primeiro plano, Estevão Lucena (Torres Joalheiros)






Cristina Pinheiro e Fernanda Lamelas



Miguel Pessoa de Amorim e Fernanda Lamelas