Est. June 12th 2009 / Desde 12 de Junho de 2009

A daily stopover, where Time is written. A blog of Todo o Tempo do Mundo © / All a World on Time © universe. Apeadeiro onde o Tempo se escreve, diariamente. Um blog do universo Todo o Tempo do Mundo © All a World on Time ©)

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Meditações - Hey, you're just my stupid alarm clock guy!

Ah-Choo:

Stop right there, Samurai.

Duck Dodgers:

Thanks bud. I haven't walked this much in two seasons put together. Sheesh, I think I'm getting a charley horse here.

Ah-Choo:

[Turning to face Dodgers] Ha Ha Ha!

Duck Dodgers:

Hey, you're just my stupid alarm clock guy!

Ah-Choo:

I am no simple piece of talking plastic! I am a heap, big, powerful wizard!

Duck Dodgers:

Then I demand you use your paltry powers to send me home! [Dodgers tears off his kimono, his hair splitting out] Behold my messy hair of determination!

[Dodgers charges at Ah-Choo]

Ah-Choo:

Wait! What are you doing? Stop!

Duck Dodgers:

[Dodgers stops, his sandals breaking apart] Cheap, counterfeit Manolo Blahniks.

Ah-Choo:

First, Samurai Quack, we must have our customary battle preparation montage!

Duck Dodgers:

Why?

Ah-Choo:

Well... its many interesting compositions will build dramatic tension.

Duck Dodgers:

Then let's get to it, Kurosawa.

Duck Dodgers [2003]

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

C. A. Portella, relojoeiro, 1914


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Janela para o passado - Bedford Dormobile, 1956

Os relógios Cuervo y Sobrinos no Relógios & Canetas online


Estes e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Meditações - Charity doesn't punch a clock

Adam West:

[reading an invitation left on his front door] Alfred! I need you! [opens closet] Ah, what to wear? [sees one suit] Eh, too flashy. [sees another one] Too stuffy. [sees another one] Too formal. [comes across his old Batman costume] Too retro.

Jerry the Butler:

[patiently after coming into the room] It's not Alfred, Mister West. It's Jerry. Alfred was the guy on the tv-show.

Adam West:

There's a charity event at the car museum tonight. It seems I'm expected.

Jerry the Butler:

[reads invitation] A little last minute, isn't it?

Adam West:

Charity doesn't punch a clock, my friend.

Jerry the Butler:

I guess you'll be needing your tuxedo.

Adam West:

Nooo. I think something a little more in keeping with the times. Something a little less formal. Something... Clooneyish.

Return to the Batcave: The Misadventures of Adam and Burt [2003]

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Na manhã dos tempos...


Peça de teatro, falando do Tempo e satirizando figuras da I República, in Almanaque do Jornal O Zé, 1914 (arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Janela para o passado - whisky Johnnie Walker, 1956

As Boas Festas do Museu da Polícia Judiciária

As Boas Festas do fotógrafo Jorge Correia Santos

Natal com GMT e alarme... mais um Girard-Perregaux Traveler II


Pensamos que duas complicações mecânicas continuam a fazer muito sentido nos dias de hoje - a indicação de segundo fuso horárário (ou GMT) e o alarme. Depois de há cerca de ano e meio termos adquirido um Girard-Perregaux Traveler II GMT Alarm, com mostrador branco, fomos surpreendidos hoje com um outro exemplar, mas de mostrador preto. Uma oferta a coroar a amizade de quase duas décadas com José Carlos Saldanha, coleccionador de gabarito internacional de peças Omega e dono da loja Intemporal, em Lisboa.



O Girard-Pertegaux Traveler II GMT Alarm, referência GP 4940, foi introduzido em 2000 e descontinuado em 2009. Tem caixa de 38 mm, de aço. O calibre, automático, é o GP 2291, com base no A. Schild 5008. Tem data e paragem de segundos para acerto fino. Na nossa opinião, um único inconveniente - a indicação do home time só corrige seis minutos depois de a hora ter mudado no local time. De resto, um relógio sóbrio e elegante, com um alarme de volume muito razoável.

O GP 4940 foi declinado com três cores de mostrador - branco, preto e salmão. Falta-nos, pois, este último...



Museu do Relógio - Pólo de Évora com exposição de presépios, até 5 de Janeiro


O Museu do Relógio - Pólo de Évora, em parceria com a família Canha da Silva, apresenta a exposição Presépios Alentejanos, peças seleccionadas do reconhecido acervo deste casal, que há mais de 4 décadas colecciona presépios de todo o mundo e de todos os estilos, sempre artesanais e/ou manufacturados.

A exposição reune algumas dezenas de presépios que foram produzidos no Alentejo e por Alentejanos... desde pastores a artistas plásticos, desde feitos em cortiça a peças de escultura.






Os relógios Corum no Relógios & Canetas online


Estes e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Meditações - the longest moment of my life

Achilles Avatar:

Did you feel all three hundred years pass you by, or was it just a tick of the clock?

Andromeda Ascendant:

It was a moment, the longest moment of my life. When I finally escaped, my Captain and I were alone. But that's over now, and it can be for you, too. We're here to help you escape.

Achilles Avatar:

Why? The Commonwealth is gone.

Andromeda Ascendant:

We're building a new one, and we need you to help us protect it.

Achilles Avatar:

So we ships would be the core of a new High Guard... it is a beautiful dream, Andromeda.

Andromeda [2000]

terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Ourivesaria e relojoaria Vinhas, 1914


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Janela para o passado - cachimbos Barling, 1956

Os relógios A. Lange & Söhne no Relógios & Canetas online


Estes e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Meditações - andar com o relógio para trás

A Wise Man:

If I had the opportunity to rewind the clock to 8 years ago and fix all of my screw ups, I would gladly do it. The only problem is... I'd probably screw up twice as bad this time!

A Wise Man – 8 Year Theory [2009]

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

Penhores, 1914


(arquivo Fernando Correia de Oliveira

Janela para o passado - whisky Mackinlay's, 1956

Os relógios Casio no Relógios & Canetas online


Estes e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Meditações - ponteiros para cima e para baixo

Randall:

Okay, I think I know how to make this all go away. What happens when the whistle blows in five minutes?

Mike:

I get a time out?

Randall:

Everyone goes to lunch! Which means the scare floor will be...

Mike:

...Painted?

Randall:

EMPTY! I'll be empty, you idiot! See that clock?When the big hand is pointing up...

Randall:

and the little hand is pointing up...

Randall:

the door will be in my station. But when the big hand is pointing down...

Randall:

the door will be gone. You have until then to put the kid back. Get the picture?

Monsters, Inc. [2001]

domingo, 8 de dezembro de 2019

Janela para o passado - vinho Crown, 1956

Os relógios Cartier no Relógios & Canetas online


Estes e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Há 80 anos... Casper ten Boom, um relojoeiro holandês que escondeu judeus durante a ocupação nazi


Entrada de 8 de Dezembro de 1939 do diário do relojoeiro holandês Casper ten Boom (18 de Maio de 1859 – 10 de Março de 1944), que escondeu judeus durante a ocupação nazi do seu país:

After I woke up and ate breakfast. I went straight to the clockshop to start my work. I had a lot of customers because the nazi soldiers had wristwatches that needed to be fixed. This one young fellow was really interested in my clock work because he too worked as clockmaker. I had lunch with him and we talked for hours on end. It was 4 p.m. when he finally left the shop and I realized I had to catch up on my work. Corrie was stuck with Betsie and I because the germans banned her work with retarted children. After I finished fixing a watch for Pickwick; I went on a walk with Corrie and Betsie. We explored our town like a dog looking for his bone. As we arrived back to the beje, Betsie dashed in and started making dinner. As I smelled the delicious pork, I dug into plate eating with gluttny. After dinner the day was over and I listened to the radio. Then I crawled up the wooden stairs and arrived to my bed. Finnally I got under the sheets and fell asleep.


Aspecto da oficina de relojoaria de Casper ten Boom, em Harlem, Amsterdão

Meditações - relógios de alarme

Patricia:

What scares you, Max?

Max: Suits, alarm clocks, apartment buildings.

Firewalker [1986]

sábado, 7 de dezembro de 2019

Relojoaria Torroaes, 1914


Sobre a Torroaes, veja também aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui ou aqui (arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Janela para o passado - Bayer, 1944

Os relógios Cartier no Relógios & Canetas online


Estes e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

E para o Natal... Mecânica do Tempo


A imaterialidade do Tempo adquire consistência no quotidiano através das máquinas que o medem – os relógios.

Desde o aparecimento da Relojoaria Mecânica, no final do séc. XIII e início do séc. XIV, que muitos autores, nomeadamente de textos religiosos, sentiram a tentação de comparar o comportamento das engrenagens dos medidores do tempo com o Universo. E Deus foi chamado de Supremo Relojoeiro, criador e guardião da Mecânica Celeste, tão perfeita na sua Harmonia de Esferas. Os corpos celestes com os seus ritmos exactos, eram, eles próprios, inspiradores dessas mesmas engrenagens, que os representavam em miniatura, através de relógios astronómicos. Na Terra, os reis deveriam governar segundo as regras do “relógio” de Deus e serem, eles próprios, “mestres relojoeiros” das sociedades que tinham ao seu cuidado.

A Mecânica do Tempo – Relógios da Coleção Medeiros e Almeida sustenta a imaterialidade do Tempo em 12 Pilares. De todo o acervo, escolhemos 12 peças que considerámos dignas de serem destacadas. Podiam ser muitas mais. Mas o 12 é intrinsecamente uma grandeza relojoeira – presente nos mostradores, divide as 24 horas em dia e noite.

São esses 12 pilares as peças de abertura de outros tantos capítulos, eles próprios abordando de forma temática – não cronológica – vários campos onde o Tempo, omnipresente, se pode apreciar, em múltiplas materialidades. Traduzidas em cada um deles com outras peças da colecção.

Dá-se início a esta viagem de séculos com a análise do mundo de Abraham-Louis Breguet, pois a colecção é considerada uma das melhores do mundo com exemplares deste autor ou da sua manufactura.

Analisam-se os primórdios da percepção humana do tempo, desde a pré-história, mas sobretudo a partir do momento em que os relógios passam a ser mecânicos.

Breguet era suíço, mas a sua actividade passou-se quase inteiramente em França. Um dos capítulos é dedicado à Escola Francesa, com incursões na produção helvética vizinha.

Do ponto de vista estético, pode falar-se de um “confronto” entre a Escola Francesa e a Escola Inglesa – os primeiros dão mais importância à forma. Os segundos, ao conteúdo. É uma visão redutora, ambos países produziram mestres relojoeiros e respectiva obra de excepção.

Mesmo que imaterial, o Tempo tem profusa representação e múltiplas formas de leitura. A Estética do Tempo convoca para os Métiers d’Art, para o cruzamento da relojoaria e da arte puramente mecânica com os ofícios que as tornam ricas em formas e materiais utilizados. Há toda uma produção de relojoaria que claramente serve os objectos de adorno ou decoração dos espaços, secundarizando os relógios que neles se integram. Os Relógios de Aparato são para impacto visual. Além disso, dão horas e minutos…

A relação entre a Relojoaria e a Astronomia é forte. A primeira ajudou a segunda a avançar, a segunda pressionou a primeira para ser cada vez mais exacta. Numa pareceria onde o tempo astronómico deu das mais belas complicações relojoeiras, como os calendários perpétuos, as equações do tempo, as fases de lua…

A medição do tempo em horas e minutos tem, no Ocidente, raízes religiosas. Mas o eterno devir sente-se melhor na queda da areia de uma ampulheta ou da água de uma clepsidra, no gastar de uma vela graduada, de um pau de incenso a ser queimado. A colecção tem peças onde o escoar do Tempo se vê.

Imaterial, o tempo tem, no entanto, voz. Há todo um mundo rico, complexo, raro, nas chamadas complicações sonoras. O bater de horas e quartos; o ouvir a pedido horas, minutos, quartos; ou, à passagem, alarmes, melodias; o som de pássaros cantores, autómatos, caixas de música. Tudo isso implica mecanismos complexos, elaborados, que vão muito para além das prosaicas indicações de horas e minutos.

A navegação, por mar ou pelo ar, sempre precisou de medidores de tempo o mais exactos possível. Tal como com a Astronomia, também aqui a Relojoaria foi sendo pressionada pelas necessidades a produzir peças cada vez mais resistentes, fiáveis. E, com a globalização do mundo, a dar aos viajantes indicações da hora não apenas no local onde se encontram, mas em dois, três ou mesmo todos os fusos horários.

Há um Tempo português? Pensamos que sim. Ao longo dos séculos, houve relojoeiros portugueses que produziram relógios de torre, de caixa alta ou de mesa. Há poucos exemplos de relógios de bolso, nenhum de pulso. Mas a colecção tem exemplares que traduzem as relações de importação, de encomendas especiais, de exemplares que foram mesmo feitos no país, a começar pela pombalina Real Fábrica de Relojoaria.

Finalmente, o Tempo privado de António e Margarida Medeiros e Almeida. São os relógios que o casal usou ao longo da vida, ou que esteve no seu quotidiano mais prosaico. Mas, sempre, com apontamentos de excepcional qualidade.

Meditações - you're a f***ing alarm clock

Frank Baker:

I'm sorry. I'm a bit wound up.

Jack Baker:

Frank, you're a f***ing alarm clock.

The Fabulous Baker Boys [1989]

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Relojoaria J. Maury, 1914


Sobre a Relojoaria Maury, ver também aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui ou aqui (arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Janela para o passado - equipamento de golfe, 1956

Os relógios Breitling no Relógios & Canetas online


Estes e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Meditações - eight o'clock, Day One!

Evil:

If I were creating the world I wouldn't mess about with butterflies and daffodils. I would have started with lasers, eight o'clock, Day One!

Evil:

Sorry

Time Bandits [1981]

Tissot Amália no Relógios & canetas online de Dezembro


Este e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.


quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Janela para o passado - antiquário Spink & Son, Londres, 1956

Iconografia do tempo - há 90 anos - magazine Bertrand, 1929


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

A Rolex e o Golfe, reportagem no Relógios & Canetas online de Dezembro


Milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Na edição recorde de Dezembro - mais de 200 páginas - reportagem no Portugal Masters de Golfe e o papel da Rolex na modalidade.