Est. June 12th 2009 / Desde 12 de Junho de 2009

A daily stopover, where Time is written. A blog of Todo o Tempo do Mundo © / All a World on Time © universe. Apeadeiro onde o Tempo se escreve, diariamente. Um blog do universo Todo o Tempo do Mundo © All a World on Time ©)

quarta-feira, 30 de setembro de 2020

terça-feira, 29 de setembro de 2020

Janela para o passado - ondulação permanente, 1921

Relógios Breitling e... Napoleão (circa 1965)


 Do acervo do Museu Nacional de Educação de França (arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Os relógios Omega e Nicole Kidman no Relógios & Canetas online


Este e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Meditações - tarde, outono da vida


Augusto de Castro, in Imagens da Europa Vistas da Minha Janela, 1936 (arquivo Fernando Correia de Oliveira)



domingo, 27 de setembro de 2020

Janela para o passado - drageias para emagrecer, 1921

Tem até quarta-feira para se habilitar a este anel NOL de ouro e diamantes


Outono


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Les existences problématiques - La loi naturelle du travail. La chaîne de montre pour deux sous, 1901, restaurado


Do acervo do Museu Nacional de Educação de França (arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Os relógios MB&F no Relógios & Canetas online


Este e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Meditações - acordem-me quando Setembro acabar

Summer has come and passed
The innocent can never last
Wake me up when September ends

Like my fathers come to pass
Seven years has gone so fast
Wake me up when September ends

Here comes the rain again
Falling from the stars
Drenched in my pain again
Becoming who we are

As my memory rests
But never forgets what I lost
Wake me up when September ends

Summer has come and passed
The innocent can never last
Wake me up when September ends

Ring out the bells again
Like we did when spring began
Wake me up when September ends

Here comes the rain again
Falling from the stars
Drenched in my pain again
Becoming who we are

As my memory rests
But never forgets what I lost
Wake me up when September ends

Summer has come and passed
The innocent can never last
Wake me up when September ends

Like my father's come to pass
Twenty years has gone so fast
Wake me up when September ends
Wake me up when September ends
Wake me up when September ends

Compositores: Michael Pritchard / Frank E. / Iii Wright / Billie Joe Armstrong

sábado, 26 de setembro de 2020

Janela para o passado - creme para as mãos, 1921

Os relógios Maurice Lacroix no Relógios & Canetas online


Este e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Relojoeiro Dieutegard, Paris (circa 1955)


 Do acervo do Museu Nacional de Educação de França (arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Meditações - Consuma-se o eterno em cada instante

Vértice

Consuma-se o eterno em cada instante
na crença de reservas infinitas

Importa mais o vértice da chama

que a cera a consumir ou consumida

David Mourão-Ferreira

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Janela para o passado - Burberrys, 1921

Os relógios Longines no Relógios & Canetas online


Este e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Les beaux jours de la vie - La première montre, Circa 1850


Prato em faiança de Bordéus. Do acervo do Museu Nacional de Educação de França (arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Meditações - quando às sete da tarde morre o dia

Crepúsculo

É quando um espelho, no quarto,
se enfastia;
Quando a noite se destaca
da cortina;
Quando a carne tem o travo
da saliva,
e a saliva sabe a carne
dissolvida;
Quando a força de vontade
ressuscita;
Quando o pé sobre o sapato
se equilibra...
E quando às sete da tarde
morre o dia
- que dentro de nossas almas
se ilumina,
com luz lívida, a palavra
despedida.

David Mourão-Ferreira

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Janela para o passado - Anuário Bottin Mondain, 1921


Os relógios Hysek no Relógios & Canetas online


Este e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Relojoaria A L'Etoile d'Or, de Firmin Callens, circa 1955


Do acervo do Museu Nacional de Educação de França (arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Meditações - marca Roskoff ou Roskopf


António Lopes Ribeiro, in Anticoisas & Telecoisas, 1965 (arquivo Fernando Correia de Oliveira). Sobre o sistema Roskopf em relojoaria, ver aqui.

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

terça-feira, 22 de setembro de 2020

Janela para o passado . máquina fotográfica, 1921

Os relógios Girard-Perregaux no Relógios & Canetas online


Este e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

Relógios Nappey, circa 1955


Do acervo do Museu Nacional de Educação de França (arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Anel NOL de ouro rosa, com diamantes - tem uma semana para se habilitar


 

Outono


in Almanaque de Lembranças para 1866 (arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Meditações - Outono


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Janela para o passado - flanela Viyella, 1921

Os relógios Franck Muller no Relógios & Canetas online


Este e outros milhares de relógios mostrados e explicados aquiaqui ou aqui, no Relógios & Canetas online, a mais importante plataforma do seu género em língua portuguesa.

La montre, par LIP (sd)


Do acervo do Museu Nacional de Educação de França (arquivo Fernando Correia de Oliveira)